Família Médici

From Wiki
Jump to: navigation, search
Brasão da Família Médici

A família Médici foi uma poderosa família de Florença durante a Renascença, cujas riqueza e influência se originaram do comércio de têxteis e pela guilda da Arte della Lana. Tornando-se banqueiros, e posteriormente políticos, clérigos e nobres, os Médici atingiram o seu apogeu entre os séculos XV e XVII com um conjunto de figuras importantes na história da Europa e do Mundo. A linhagem direta dos Médici extinguiu-se em 1737.

Imensamente ricos, governantes não oficiais da República de Florença; soberanos reconhecidos da Toscana, teriam tido origem no Senhor del Muggello, que teve um filho, Giambuono de Medici, nascido circa 1140, pai por sua vez de dois filhos: Chiarissimo de Medici, vivo 1201 e Bonagiunta.

O ramo primogênito da família – os que descendem de Pedro de Cosmo de Médici e do seu filho Lourenço de Médici, o Magnífico – governaram até ao assassinato de Alexandre de Médici, primeiro duque de Florença, em 1537. O poder passou então para o ramo dito júnior – os que descendem de Lourenço de Cosmo de Médici a partir do seu trineto Cosmo I de Médici.

Além da política e governação, os Médici notabilizaram-se em outros campos, principalmente no mecenato.

Um legado importante dos Médici foi deixado na arte e arquitectura. João de Bicci de Médici, primeiro patrono das artes na família, apoiou Masáccio e mandou reconstruir a Basílica de São Lourenço. Cosme de Médici foi mecenas de Donatello e Fra Filippo Lippi. A família apoiou também Michelangelo, que para os Médici produziu numerosas obras. Mecenas, eram grandes coleccionadores de arte, e as suas aquisições hoje formam o núcleo da magnífica Galeria dos Uffizi, em Florença.

Na arquitectura, foram responsáveis por notáveis intervenções em Florença, incluindo a referida galeria dos Uffizi, o Palácio Pitti, os jardins Boboli e o Belvedere.

Membros notáveis da família

  • Salvestro de Médici (1331-1388), ditador de Florença, banido em 1382.
  • João de Bicci de Médici (1360–1429), banqueiro, restaurou a fortuna da família que tornou a mais rica da Europa.
  • Cosme de Médici (Cosmo, o Velho (1389–1464), fundador da dinastia política dos Médici.
  • Lourenço de Médici (Lourenço, o Magnífico (1449–1492), governante de Florença durante a Idade de Ouro da Renascença.
  • Cosmo I de Médici (Cosmo I, o Grande (1519–1574), primeiro Grão-Duque das Toscana.
  • Catarina de Médici (1519–1589), Rainha de França.
  • Maria de Médici - (1573–1642), Rainha e Regente de França.

Papas