Geomancia

From Wiki
Jump to: navigation, search
Brasão Geomântico

A Geomancia está para a Terra ( Gê ), assim como a Astrologia está para o Céu. Esta Arte Divinatória, surgiu Provavelmente na Pérsia por volta do Sec. XVI. Alcançou a China e toda a Ásia, Índia, África e, de Lá chegou a Europa, difundida pelos Árabes. Segundo historiadores Dante Alighieri, teria citado em sua obra "A Divina Comédia", os primórdios da Geomancia, com a mesma credibilidade da Cartomancia, Quiromancia e Astrologia, populares naquela época.

Conta a tradição que para exercê-la os antigos Árabes traçavam aleatoriamente "pontos" na areia do deserto, e depois de interpretá-los apagavam os seus sinais.

Outros estudiosos afirmam que os magos praticavam a geomancia atirando grãos de terra sobre um tampo liso, de pedra ou vidro e então interpretavam os sinais que se formavam, com o objetivo de profetizar o destino daqueles que os consultavam.

Consta ainda que essa técnica, um legado do período neolítico, era conhecida dos Celtas, de Roma, de Bizâncio e que foi utilizada na China antiga com o nome de Hig-fa - Arte das formas e das situações.

No "Tratado Primeiro" de Roberto de Fluctibus, a Geomancia consta como um dos sete ramos da tradição esotérica, juntamente com : Piramidologia, Quiromancia, Memória, Fisiognomonia, Astrologia e Profecia.

Em 1637, Pisis, um antigo ocultista italiano, definiu cada linha com seus resultados, associando-os aos 4 elementos da natureza, de baixo para cima, são elas:

  • 1ª linha = Pés, elemento = Terra
  • 2ª linha = O Ventre, elemento = Água
  • 3ª linha = O coração, elemento = Ar
  • 4ª linha = A Cabeça, elemento = Fogo

Jabir Ibn Hayan, um estudioso Árabe adepto desta arte, acrescentou:

  • Cabeça e Coração = Carater feminino/Passivo
  • Ventre e Pés = Caráter Masculino/Ativo

Além dessa associação existe a classificação das casas por áreas de regência de cada figura, facilitando assim a obtenção das respostas às perguntas feitas ao oráculo.

Para perguntas simples, as casas 13, 14 e 15 por si bastam para uma resposta.

A 13 diz do passado, a 14 da evolução do caso e a 15 da solução.

Uma interpretação mais profunda, exige a análise simultânea das casa e das figuras que estão nelas. As casas tratam de assuntos distintos. Casas com os mesmos desenhos são interpretadas como se fosse um conjunto único.

Elementos da Geomancia

O princípio pela qual este oráculo funciona é relativamente simples. O consulente entra em um estado alterado de consciência (recomendo o exercício da Vela, que já postei aqui no Blog, para exercitar este estado do “não-pensar” necessário em diversos exercícios esotéricos) e vai traçando pontos sobre um papel (ou fazendo marcas na areia com um bastão). Faz quantos pontos quanto sentir necessários, sem contar, passando para a linha seguinte, e repetindo o procedimento por 4 vezes, até formar quatro linhas de pontos. Quando sair da meditação sobre o problema, o consulente vai riscando os pares de pontos em cada linha, até chegar a uma última fileira apenas, que terá 1 ou 2 pontos. Estas combinações fazem 16 tipos de imagens possíveis, exemplificadas no desenho que abre este tópico.

As combinações estão ligadas diretamente aos Planetas da alquimia, e por correspondência, aos Planetas e Signos da Astrologia. Assim sendo, temos Sol (Fortuna Major e Fortuna Minor), Lua (Populus e Via), Mercúrio (Albus e Conjuntio), Vênus (Puella e Amissio), Marte (Puer e Rubeus), Jupiter (Acquisitio e Laetitia), Saturno (Tristitia e Carcer) e o Dragão, representando a própria Árvore da Vida (Caput Draconis e Cauda Draconis).

Imagens

Via.jpg Via (1-1-1-1) Cauda-Draconis.jpg Cauda Draconis (1-1-1-2) Puer.jpg Puer (1-1-2-1) Fortuna-Minor.jpg Fortuna Minor (1-1-2-2)
Puella.jpg Puella (1-2-1-1) Amissio.jpg Amissio (1-2-1-2) Carcer.jpg Carcer (1-2-2-1) Laetitia.jpg Laetitia (1-2-2-2)
Caput-Draconis.jpg Caput Draconis (2-1-1-1) Conjunctio.jpg Conjunctio (2-1-1-2) Acquisitio.jpg Acquisitio (2-1-2-1) Rubeus.jpg Rubeus (2-1-2-2)
Fortuna-Major.jpg Fortuna Major (2-2-1-1) Albus.jpg Albus (2-2-1-2) Tristitia.jpg Tristitia (2-2-2-1) Populus.jpg Populus (2-2-2-2)

Os traços eram feitos para quatro aspectos da vida do Consulente: Fogo (tratando de questões espirituais), Água (tratando de questões emocionais), Ar (tratando de questões intelectuais) e Terra (tratando de questões materiais) e a combinação de todas as 16 linhas dá ao consulente uma visão clara de como estãos as luzes astrais ao seu redor no momento da consulta.

É um mecanismo simples e muito prático, que pode ser consultado em qualquer local e originou praticamente todos os Oráculos conhecidos. Para dominá-lo, é necessário ter bons conhecimentos sobre Astrologia Hermética e Kabbalah.