Graus Filosóficos do REAA

From Wiki
Jump to: navigation, search

Loja de Perfeição

4° - Mestre Secreto

Dever, reflexão e estudo são as portas para a oportunidade, como tal honra essas relações à Deus, à família, ao país e à Maçonaria. O avental do grau 4 grau é branco e negro, com uma carta "Z" e o “olho que tudo vê”. A jóia deste grau é uma chave de marfim com a letra "Z". Os ensinamentos são: o segredo, a obediência e a fidelidade.

5° - Mestre Perfeito

Este grau ensina a honra maçônica; em que a honestidade e probidade são a sua base. Esta virtude deveria estar presente em todos os nossos relacionamentos com o gênero humano. O avental do grau 5 é branco e verde, com uma pedra cúbica e um YOD hebreu. A jóia é um compasso aberto em semi-círculo, em ângulo de sessenta graus. Os ensinamentos: honestidade, sinceridade, e boa fé.

6° - Secretário Íntimo

Neste grau a pessoa deve ampliar o seu conhecimento de dever, caridade e tolerância. Nos ensina que devemos rever nossos pensamentos de caridade, autocontrole e sucesso para ser um pacificador. O avental do grau 6 é branco e vermelho, com letras hebraicas YOD HEH no centro e um pequeno triângulo que contém as letras hebraicas (à direita de topo) BETH, NUM, e SHIM. O triângulo dourado com as mesmas três letras inscritas é a jóia deste grau.

7° - Preboste & Juiz

Nós aprendemos que a justiça imparcial protege a pessoa, a propriedade, a felicidade e a reputação. Ensina que nós devemos julgar com paciência e imparcialidade. O avental do grau 7 é branco, orlado em vermelho, com uma chave e cinco rosetas. A jóia é uma chave dourada.

8° - Intendente dos Edifícios

Ensina que devemos nos esforçar para a perfeição usando os grandes princípios do Amor inerente de Deus", de caridade, moralidade e bondade". O avental do grau 8 é branco, com vermelho e verde, com uma balança, uma estrela nove-pontas, e um triângulo com as letras hebraicas BETH (para Ben-Khurim), YOU (para Jakinah), e ALEF (para Achar). A jóia deste Grau é um triângulo dourado com as mesmas três letras.

9° - Eleito dos Nove (Cavaleiro Eleito dos Nove)

Verdade, sinceridade e generosidade; os fundamentos da Maçonaria do Rito escocês é grandemente expresso neste grau. Nós devemos usar estas verdades para moldar nossas vidas e conduta. O avental do grau 9 é branco, forrado em negro, e salpicado com sangue, com um braço segurando um punhal e uma cabeça cortada segurada pelo cabelo. A jóia deste grau é um punhal, cabo dourado e lâmina de prata.

10° - Eleito dos Quinze (Ilustre Eleito dos Quinze)

Este grau nos ensina a ser tolerante e respeitar as opiniões dos outros. Liberdades de ideologias políticas e espirituais deveriam ser compartilhadas por todos. O avental do grau 10 é branco, com uma abeta negra, e com três portais em arco - em cima de cada um uma cabeça em uma espeto. A jóia deste grau é um punhal como no grau 9.

11° - Eleito dos Doze (Sublime Cavaleiro Eleito dos Doze)

Este grau ensina a condolência. Nós devemos ser mais compassíveis com nossos irmãos Maçons assim como, com todo os homens. O avental do grau 11 é branco, forrado com preto, com um coração flamejante no centro. A jóia é um punhal preso em uma fina negra que tem inscrito palavras "Vincere aut Mori" o penhor de que você preferirá morrer do que trair a causa das pessoas, ou ser superado por seu próprio medo ou erro."

12° - Grão Mestre Arquiteto

Este grau ensina a ter fé na moralidade na virtude e em Deus. A Vida é o que cada homem faz dela; o otimista transforma tentativa em bênção. O avental do grau 12 é branco, forrado com azul e dourado (simbolizando os graus de Arte), com um transferidor, balança plano, setor, e bússolas. A jóia é uma medalha heptagonal dourada.

13° - Real Arco de Salomão (Cavaleiro do nono Arco)

Liberdade; em nossa mente e nossos corações, motivados pelo dever e honra são as lições deste grau. O avental é roxo, orlado em branco, e com o "Delta de Enoch" (um hexagrama com o Tetragrammaton inscrito) no centro. A jóia é uma medalha circular dourada.

14° - Eleito Perfeito (Grande Eleito, Perfeito e Sublime Maçom)

Este grau nos ensina a refletir e nos examinarmos. Nós deveríamos nos esforçar para sermos verdadeiros para com nós mesmos e nosso Deus. O avental, que é de seda branca, limitado em ouro, com o Delta e o nome Inefável no Centro verdadeiramente é emblemático do grau. A jóia do grau 14 é dupla; uma que é um esquadro (bússola aberta em noventa graus) encimada por uma coroa e uma estrela de nove pontas no anverso, a outra sendo uma estrela ardente de cinco pontas (com o Tetragrammaton) ao contrário. A bússola é aberta em um círculo, inscrito com os números 3, 5, 7, 9,.

Capítulo Rosacruz

O Capítulo Rosacruz tenta proporcionar para o candidato um entendimento mais profundo de religião, filosofia, ética e história, uma variedade de complexos “graus históricos”. Os desafios intelectuais apresentados nestes graus são numerosos, e às vezes pode-se levar muitos anos para domina-los.

15° - Cavaleiro do Oriente, da Espada ou da Águia

Fidelidade às obrigações e perseverança de propósito sob dificuldades e desânimo são as lições deste grau. O avental de veludo carmesim deste grau é orlado em verde, tendo uma cabeça ensangüentada sobre duas espadas cruzadas, e três triângulos entrelaçados no centro. A jóia são os três triângulos concêntricos dourados que cercam duas espadas cruzadas.

16° - Principe de Jerusalem

Neste grau aprendemos "o heroísmo da paciência, a nobreza da abnegação e o julgamento compassivo, juntamente com a caridade, fidelidade e fraternidade. Se usa avental carmesim orlado em dourado, e com um quadrado, envolvendo o Delta (com três YODs), uma balança e a mão da justiça. A jóia é uma pastilha de madrepérola com uma de mão segurando uma balança em equilíbrio; sob isto uma espada com cinco estrelas que cercam o ponto. Na esquerda está um D hebreu, à direita há um Z. hebreu

17° - Cavaleiro do Oriente e do Ocidente

A sabedoria deste grau é que a lealdade a Deus é a submissão primária do homem e dos governos temporais não fundaram por Deus e a Sua retidão cairá inevitavelmente. O avental usado é de cetim amarelo, com vermelho e dourado, e com uma espada e Tetractys (do Tetragrammaton) nela. A jóia é um heptágono meio prateado e meio dourado, com espadas cruzadas e uma balança no anverso e um cordeiro no Livro de Sete Selos no contrário. A jóia é pendurada em suas fitas - uma preta (da esquerda para a direita) e uma branca (da direita para a esquerda), representando o bem contra mal. Uma coroa de ouro também é apresentada.

18° - Cavaleiro Rosacruz

Este grau enfatiza que a vida e sua força vem de Deus. A rosa significa o amanhecer e a cruz é um símbolo sagrado em muitas culturas antigas. Também é ensinado a ser tolerante com os erros dos outros e suas faltas. O avental usado é de couro ou cetim branco, orlado em vermelho, limitados dentro vermelho, com um crânio e cruz-ossos, uma cruz de paixão vermelha, e três rosetas vermelhas. A jóia principal é uma bússola de ouro aberto um círculo de quarto. Uma rosa-cruz está entre as pernas da bússola e debaixo disto está um pelicano, enquanto rasgando seu peito para alimentar seus sete jovem no anverso e uma águia com asas estenderam no contrário. No círculo as cartas são I.N.R.I.


Conselho de Kadosh

A palavra "Kadosh" é um palavra hebraica significando “Santo”. Embora Albert Pike classifique os graus do Conselho Kadosh como “cavalheirescos e filosóficos”, eles são intensamente místicos em suas lições e símbolos.

19° - Grande Pontífice

Neste grau, nos aprendemos sobre o passado e como ele afeta o presente e influência o futuro. Nós como mortais nos esforçamos para suportar e melhorar o mundo que nos cerca. Não há nenhum avental, mas a jóia é um "paralelogramo" de ouro (retângulo) com um Alfa grego em um lado e um Omega no outro.

20° - Mestre Ad-Vitam

É demonstrada a liberdade, a fraternidade e a igualdade. Estas verdades ensinam moralidades, e compreensões religiosa filosófica. Este grau ajuda a compreender a Deidade, as forças da natureza, o bem e mal. O avental usado é amarelo, orlado em azul, com três triângulos concêntricos com o Tetragrammaton (horizontal) e a frase latina "Fiat Lux" (vertical) no centro, formando uma cruz. Sua forma triangular relaciona à "quarta grande luz que nos faz lembrar da Deidade e os seus atributos" A jóia é dourada com os mesmos três triângulos concêntricos.

21° - Noaquita ou Cavaleiro Prussiano

As lições deste grau são que a arrogância, a difamação e a covardia são atributos desconhecidos a um Maçom e que a humildade, a modéstia e a cortesia são as verdadeiras virtudes dos homens e dos Maçons. O avental é amarelo e contém uma um braço segurando uma espada, uma figura alada que segura uma chave na mão esquerda e o dedo indicador direito sobre nos lábios (a figura egípcia do “Silêncio"). A jóia pode ser descrita como um triângulo, com uma seta, apontando para baixo, um braço com uma espada, e o lema "Fiat Justitia, Ruat Coelum.".

22° - Cavaleiro do Real Machado, ou Príncipe do Líbano

Este grau enfatiza a ética do trabalho: Fazendo um bom trabalho nós melhoramos nosso caráter e nos tornamos melhores cidadãos. O avental usado neste grau é branco, orlado em púrpura, e contém uma serpente de três cabeças e uma mesa com instrumentos e planos. A jóia é um machado dourado. De um lado da lâmina estão as iniciais de Adoniram, Cyrus, Darius, Zerubbabel, Nehemiah e Ezra e do outro Shem, Kham, Yapheth, Moses, Ahaliab e Betselal.

23° - Chefe do Tabernáculo

Nós aprendemos neste grau que o homem que se esquece do seu dever para com Deus, a família, o país e com ele mesmo estará em perigo de destruição moral e espiritual por pensamentos e ambições incorretos. O avental usado é branco, orlado em vermelho, azul e roxo. Estas cores, que são das cortinas do Tabernáculo, representam a terra, o fogo, o ar e a água, respectivamente, como também a beneficência de Deus, a glória, a sabedoria e o poder. No corpo do avental é colocado um menoráh com sete luzes, que representam os sete planetas e virtudes: Sol, fé "aspiração para o infinito"; Lua, esperança; Vênus, caridade; Marte, fortaleza "vitória sobre a raiva"; Mercúrio, prudência; Saturno, temperança; Júpiter, conquistador dos Titãs, justiça. A jóia é um pequeno incensário prateado, ou uma taça ornamentada, segurada por uma mão aberta.

24° - Príncipe do Tabernáculo

Um Maçom tem que mostrar evidências de compaixão, devoção e justiça neste grau. Depois da iniciação, ele pode manifestar as virtudes sociais fielmente em ordem e receber as recompensas", servir a humanidade por nossa fraternidade. O avental branco, com escarlate, verde e azul. No corpo está uma árvore de murta violeta, e uma representação dourada de uma barraca árabe. A jóia usada é o ALEF em caractere hebreu, suspenso por uma fita violeta.

25° - Cavaleiro da Serpente de Bronze

Este grau tenta explicar o conceito da pureza celestial e da alma eterna do homem. O aprendiz é dirigido olhar sua fé, sua vida e Deus e obter uma visão mais clara de sí mesmo. O avental é branco, forrado em negro, com estrelas douradas no lado branco (Pleiades, Hyades, Orion, Capella) e com estrelas prateadas no lado negro (Perseus, Escorpião, Bootes). Também tem uma serpente, (ouroboros), cercando um escaravelho, um triângulo em uma glória com o Tetragrammaton em seu centro, e as quatro iniciais das estrelas Regulus, Aldebaran, Antares, e Fomalhaut. A jóia é um tau dourado (cruz ansata) com uma serpente entrelaçada ao seu redor, e as letras hebraicas HLThI ("ele sofreu ou esteve ferido") e NChShThN ("a Serpente de bronze") nele.

26° - Principe da Merce ou Escocês Trinitario

Neste grau nós exploramos "as recompensas dos atributos da trindade Divina - sabedoria ou inteligência, força, harmonia ou beleza". O avental é escarlate, orlado em branco, com um triângulo verde (ponta para baixo) no centro. No triângulo estão as iniciais de força, sabedoria, e harmonia, e um coração flamejante dourado com as letras I.H.S. (Jesus Hominum Salvator ou Império, Harmonia, Sapientia). A jóia é dourada e é o mesmo triângulo, suspenso por uma fita roxa.

27° - Grande Comandante do Templo

Este grau ensina ao iniciado a desprezar o egoísmo, e apoiar as virtudes cavalheirescas de caridade, verdade e honra. Sempre devemos nos esforçar para ajudar o pobre, o desamparado e o fraco. O avental é escarlate, orlado em negro, com uma Cruz Teutônica sobre uma águia bicéfala negra e uma chave negra cercada por uma grinalda de louro. A jóia é a mesma Cruz teutônica do avental.

28° - Cavaleiro do Sol ou Prícipe Adepto

Nós aprendemos neste grau que nosso amor à Deus se manifesta em nosso amor pela verdade, justiça e nobreza de alma. O avental usado é branco, com um pentagrama em vermelho no centro A jóia é uma estrela de cinco ponta prateada.

29° - Cavaleiro Escocês de Santo André

As virtudes ensinadas neste grau são "Amor a Deus, lealdade aos superiores, e fidelidade à promessa não aceitar um julgamento injusto." Não há nenhum avental. A jóia é uma cruz de Santo André dourada ("X"), sobre um capacete de cavaleiro com um cardo dourado entre os braços ao fundo. No centro da cruz está um YOD hebreu, e em seus pontos, à direita no fundo, as letras hebraicas N M I N.

30° - Cavaleiro Kadosh ou Cavaleiro da Águia Branca e Negra

A lição deste grau é sermos verdadeiros a nós mesmos, representar o que é certo e sermos justos em nossas vidas hoje com devoção à Deus, ao país e a si mesmo. Não há nenhum avental, mas a jóia é uma cruz teutônica prateada esmaltada, no centro em vermelho, com uma águia bicéfala prateada, com asas abertas apontando para baixo.

Consistorio

Os Graus do Consistório são muito diferentes um do outro em forma e conteúdo. O grau 31 revela a relação dinâmica que existiu durante séculos entre a lei humana como os meios de se obter justiça, e a justiça divina como um ideal. As lições do Grau 32° revisam os graus da Loja de Perfeição, o Capítulo Rosacruz e o Conselho de Kadosh.

31° - Inspetor Inquisitor

Neste grau o iniciado faz um auto-exame de fé. Não deveriam ser cometidos os enganos de hoje amanhã. Simplesmente, o olhar diário a nos mesmos para aprender a viver no futuro. Não é usado nenhum avental no Tribunal Supremo, mas o avental tradicional é branco, orlado em dourado com uma Cruz teutônica dourada na abeta. A jóia é uma cruz teutônica prateada com o número 31 inscrito nela.

32° - Sublime Príncipe do Real Segredo

As lições ensinadas neste grau são que a fraternidade genuína requer consideração mútua, opinião, estima e caridade. Nós devemos sempre procurar o bem em tudo, e desculpar as faltas dos outros. Nós confiamos no Supremo Arquiteto para nos conduzir à amizade, a moralidade e ao amor fraterno. O avental usado neste grau é branco, orlado em negro, com uma águia bicéfala e o Acampamento dos Príncipes. A jóia usada é uma Cruz teutônica dourada. No centro estão as letras XXXII, cercadas por uma grinalda verde. O Barrete de Sublime Príncipe do Real Segredo é de seda negro com uma faixa negra orlada em dourado. Na frente uma águia bicéfala com um triângulo eqüilátero acima em dourado. O triângulo é vermelho, tem o número 32 em seu centro, e é orlado em dourado (não é utilizado no Brasil).

Corte de Honra

O Rito Escocês confere várias honras aos seus membros que contribuíram com serviço extraordinário ao Rito, para a Maçonaria em geral, e para a humanidade.

Cavaleiro Comandante do Tribunal de Honra

O Grau de Cavaleiro Comandante do Tribunal de Honra não é um Grau, mas uma Investidura, aos seus Membros reconhecidos por méritos e serviços fiéis ao Rito ou à humanidade. Na sessão bienal do Supremo Conselho são escolhidos certos Príncipes do Real Segredo a serem investidos com o Grau e condecoração de Cavaleiro Comandante do Tribunal de Honra. Os Soberanos Grandes Comendadores ou Deputados nomeiam os membros para esta honra, e eles também devem ser aprovados por unanimidade pelo Supremo Conselho. Esta Investidura é uma condição prévia para receber o Terceiro Grau. O Grau de K.∙.C.∙.C.∙.H. pode não pode ser solicitado, e se o for deve ser recusado. O Barrete do Cavaleiro Comandante do Tribunal de Honra é vermelho com uma faixa vermelha mais escura orlada em dourado. Na frente de centro está uma representação da Jóia do Cavaleiro Chefe, uma Cruz com braços de fantasia, caracterizando no centro um trefoil bordado em verde cercado por "Kt.∙. Comm.∙. Court of Honour" bordado em dourado.

33° - Grande Inspetor Gerald a Ordem

O Grau 33 é conferido pelo Supremo Conselho à membros do Rito em reconhecimento de excelente trabalho ao Rito ou na vida pública. Em sua sessão bienal o Supremo Conselho elege os membros do Rito para receberem o Grau. Os membros assim unanimemente eleitos se tornam os membros honorários do Supremo Conselho O Grau 33 não pode ser pedido, e se assim o for deve ser recusado. O Grau é concedido somente por reconhecimento de excelentes serviços. Estes Maçons do Grau 33 são os Inspetores Gerais os membros Honorários do Supremo Conselho. Os membros ativos do Supremo Conselho são escolhidos entre eles. O barreta de um Inspetor General Honorário é branco com uma faixa branca orlado em dourado. Caracterizando o símbolo do Título “honoris causa”, uma Cruz Patriarcal vermelha inclinada.

Grande Cruz da Corte de Honra

Esta é a maior honra individual que o Supremo Conselho oferece. Muito raramente é votada e só a Maçons portadores do Grau 33 com os mais excepcionais e extraordinários serviços. O barrete é branco com uma faixa azul. Na frente uma réplica da jóia da Grande Cruz que é composta de uma Cruz teutônica com uma rosa carmesim bordada com folhas verdes no seu centro.