Categorias
Artigos

As Aventuras de Lilith

Aventuras-de-lilith-480
Clique na Imagem para ir à Loja de RPG

Uma das Lendas Iniciáticas mais antigas da humanidade e ainda uma das mais belas diz respeito à Lilith, também chamada Ishtar, Inanna ou Astarte (cada tribo da Mesopotâmia tinha um nome diferente para chamá-la, mas a Deusa mantinha as mesmas características em todos os poemas).

Na mitologia suméria, Lilith era irmã do deus-sol Utu, e se casou com o pastor Dumuzi. Era a deusa (dingir) das tempestades, do amor, da fecundidade e da fertilidade entre os antigos, sendo associada ao planeta Vênus. Era especialmente cultuada em Ur, mas era alvo de culto em todas as cidades sumérias, com muitos nomes diferentes.

A sacerdotisa Enheduana compôs 42 hinos em sua homenagem e estes hinos são hoje uma das principais fontes sobre a mitologia suméria. É esta história que iremos contar…

A idéia deste projeto aconteceu quando estava procurando por presentes de aniversário para minha filha. Vi que, nas prateleiras, todos os brinquedos e livros legais eram “para meninos” e, para as meninas, sobravam bonecas insossas, princesas passivas e equipamentos miniaturas de limpeza da casa e cozinha. Não era isso que eu desejava para minha filha.

Não existem muitos livros infantis de aventuras voltado para meninas; a imensa maioria dos produtos feitos para o público feminino infantil trata de princesas fúteis que passam seus dias na cozinha esperando a chegada de príncipes encantados para lhes salvarem. A idéia deste livro (e dos demais que virão nesta série) é resgatar as heroínas mitológicas da História da Humanidade. Modelos de coragem, bravura e independência que gostaríamos de ver em nossas filhas.

Lilith
O Livro “As Aventuras de Lilith” é um livro capa dura, de 32pgs em couche 250g, escrito por Marcelo Del Debbio baseado nas lendas sumérias de Lilith/Inanna e pintado em Arte Digital pela artista Lucy Fidelis, recheado de simbolismo hermético e esotérico.

lilith-arvore-da-vida

Hoje muita gente pensa em Lilith como sendo um demônio, por influência do machismo e do Patriarcado instaurado no judaísmo, mas Lilith sempre esteve ligado ao Feminismo e ao Poder Guerreiro da Mulher.

Lilith surge em praticamente todos os mitos da Mesopotâmia, sobretudo por suas características de deusa da Tempestade, do amor, sensualidade, poder feminino e fecundidade. Sua história mais conhecida narra sua paixão pelo jovem Dumuzi (Tamuz, que mais tarde dá origem à lenda de Ísis e Osíris), a Natureza.

Tendo este morrido, a deusa desceu aos Reinos Subterrâneos e enfrentou os Sete Demônios Guardiões (Preguiça, Inveja, Luxúria, Orgulho, Ira, Gula e Avareza) para resgatá-lo dos mortos, para que este pudesse dar vida à humanidade, agora transformado em deus da agricultura e da vegetação. Dumuzi é um deus que morreu jovem e ressuscitou no ano seguinte (e assim sucede também com a vegetação, que todos os anos renasce após o inverno).

Já à venda na Loja da Daemon